O Showrunner de 'Blindspot', Martin Gero, mostra o final da série 'Really Emotional' hoje à noite

Além disso, volte mais tarde para nossa conversa de spoiler com Gero sobre o final do show.

O 100º episódio de um programa de TV é sempre grande, mas quando também é o final da série, você também quer torná-lo o mais memorável possível e terminar em alta. Na NBC's Ponto cego , a equipe - composta por Jane Doe ( Jaimie Alexander ), Kurt Weller ( Sullivan Stapleton ), Tasha Zapata ( Audrey esparza ), Patterson ( Ashley Johnson ) e Rich DotCom ( Ennis Esmer ) - finalmente terminou sua batalha com a malvada Madeline Burke ( Mary Elizabeth Mastrantonio ), limpando assim seus nomes, mas sua missão final ainda não está totalmente concluída e eles terão que trabalhar juntos para salvar a população da cidade de Nova York, mais uma vez.



Durante esta entrevista individual por telefone com Collider, showrunner Martin Gero falou sobre trazer Ponto cego até o fim, honrando o 100º episódio e o episódio final em um, mergulhando fundo na série para voltar a tudo que eles queriam voltar, quando deram o episódio final ao elenco, como eles reagir à leitura da mesa e como foi o último dia no set. Ele também falou sobre o pedido recente de oito episódios direto para a série que recebeu da NBC, para fazer uma comédia da era do coronavírus, e por que Conectando será catártico para todos os que assistem.



Foto por: Scott McDermott / NBC / Warner Brothers

Collider: Você não apenas teve que fazer um 100º episódio, mas também foi o final da série. Honrando essas duas coisas ao mesmo tempo, quando você soube como queria que fosse e como entrelaçar essas duas coisas?



MARTIN GERO: Acho que é realmente um alívio, para ser honesto. Ter que fazer um episódio 100 e um episódio final nesta temporada teria sido um pesadelo tentar descobrir como fazer um episódio gigante massivo, no meio ou no final. Então, tira a pressão do centésimo, com o fato de que você pode fazer isso apenas como o final da série.

Com este último episódio, você essencialmente revisita tudo o que veio antes nesta série. Antes deste episódio, você teve que voltar a algum dos episódios anteriores, ou você manteve algum tipo de gráfico ou lista de tudo que você queria trazer de volta para a série, para este último episódio?

GERO: Eu definitivamente dei um mergulho profundo, de volta ao piloto, e como um quarto, nós fizemos uma releitura das temporadas, apenas para ter certeza de que estávamos colocando de volta todas as coisas que precisávamos colocar de volta. Queríamos que toda essa temporada fosse uma celebração afetuosa para os fãs, sabendo que estávamos apagando as luzes, um cômodo de cada vez. Então, você não pode deixar de olhar para trás, quando você terminar algo.



Quando você deu o roteiro final para o elenco e que tipo de reação você obteve deles, no que diz respeito a como eles se sentiram sobre onde tudo acabou?

GERO: Eu acho que eles foram ótimos. Demos a eles no meio da temporada porque foi quando começamos a filmar. Por volta do episódio 6, enviamos o roteiro com um explicador sobre: ​​“Aqui está o que vai acontecer nos episódios que você não leu. E então, este é o final. ” Foi uma maneira estranha de fazer uma leitura de tabela para o final, no meio da temporada, mas permitiu que todos mantivessem o contexto de tudo em sua mente. Acho que as pessoas ficaram muito entusiasmadas com o resultado. Pareceu uma maneira realmente original de fazer um final que parece super satisfatório e muito emocional no final. As pessoas se engasgaram com a leitura da mesa.

Foto por: Barbara Nitke / NBC / Warner Brothers

Qual foi o último dia no set e qual foi a última cena que foi filmada?

GERO: A última cena que foi filmada foi o jantar, bem no final do episódio. Isso foi ótimo porque havia tantos rostos familiares por aí, no último dia. Foi muito surreal. Foi um dia estranhamente grande, então tivemos que fazer um monte de coisas. Estávamos limpando o final da grande luta final de Jane e depois filmamos o jantar. E então, tivemos a única cena da abertura do show, com a água caindo sobre Jane. Foi um grande dia, mas parecia muito comemorativo. Foi realmente bom. Muitas pessoas vieram ao set que não tínhamos visto há algum tempo. Parecia muito a formatura do ensino médio.

Recentemente, foi anunciado que a NBC deu a você um pedido de oito episódios direto para a série de um programa sobre a era do coronavírus, chamado Conectando , e também está sendo descrito como uma comédia. Como diabos você está encontrando a comédia no que estamos vivenciando atualmente? É catártico fazer algo assim?

GERO: Sim, é basicamente isso. É um programa de TV catártico. Para mim, quando todos nós entramos no abrigo no local, uma coisa louca aconteceu, que foi que eu comecei a conversar muito mais com meus amigos, por muito mais tempo e de uma forma muito mais profunda e hilária. Onde há tensão, há comédia e há muita tensão agora. Quando você lê sobre o show, você pensa: “Por que diabos eu iria assistir isso? Isso é louco!' Mas quando as pessoas lêem o roteiro, elas ficam muito animadas por causa de algumas coisas. Um, é muito engraçado. Parece muito reflexo deste momento, de uma forma Norman Lear. Podemos falar sobre este momento único no tempo, de uma forma que nos ajude a processá-lo. E também, ao mesmo tempo, parece uma comida reconfortante. Ponto cego , essencialmente, foi uma comédia, nos últimos dois anos, e acho que encontramos uma maneira de fazer piadas em situações sérias. Eu espero que você dê uma chance. Começa cerca de duas semanas após o início da pandemia e continua a partir daí, por isso é um pouco para trás de onde estamos, mas vai recuperar lentamente, em tempo real. Estamos trabalhando com alguns dos escritores mais incríveis com quem já tive a oportunidade de estar em uma sala, e acho que vai ser realmente único e muito engraçado. Além disso, você não sente que quando assiste TV agora, tudo parece ficção científica, ou você está assistindo com a mesma nostalgia dos anos 80 que está dando a janeiro? Nada parece estar falando com este momento. É uma oportunidade de falar sobre este momento e fazer com que todos se sintam refletidos na televisão, de uma forma que, como você disse, pode ser muito catártica para todos que assistem.

Volte depois que o episódio ir ao ar para ver meu spoiler de conversa com Garo. O final da série de Ponto cego vai ao ar na NBC na quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Christina Radish é repórter sênior de filmes, TV e parques temáticos da Collider. Você pode segui-la no Twitter @ChristinaRadish

Foto por: Scott McDermott / NBC / Warner Brothers